Ambientes e Práticas Emergentes

Em linha com a missão da SPCE-SEaD de

“desenvolver e inovar o conhecimento pedagógico, científico
e tecnológico nas diferentes dimensões do ensino e
aprendizagem em ambientes digitais,”

o presente grupo de estudo contribuirá para os objectivos da SEaD (adaptados):

  • Incentivando e facilitando o intercâmbio e a cooperação entre os indivíduos e as instituições (…);
  • Promovendo ações de formação e sessões científicas (…) a nível nacional e internacional;
  • Contribuindo para a difusão da EaD entre (…) todos os interessados na área, incentivando a produção, publicação e partilha de documentação (…);
  • Apresentando (…), propostas de desenvolvimento e relatórios de avaliação, sobre as políticas de educação, formação, investigação e desenvolvimento (…) no âmbito da EaD;

e para eles contribuirá no âmbito da sua especificidade, particularmente no domínio transversal da educação digital, não se limitando mas procurando abranger as áreas de:

  • Novas literacias digitais;
  • Ambientes e contextos de criatividade e inovação na Educação Digital;
  • Tecnologias digitais emergentes (cf. índice Gartner) e suas potencialidades educativas;
  • Integrações originais e inovadoras do digital em organizações educativas
  • Metodologias de formação;
  • Estratégias inovadoras de acessibilidade do Conhecimento para todos;
  • Conectivismo, conhecimento em Rede e Colaboração;
  • Comunidades de Investigação e Prática (Communities of Inquiry & Design-based Research) na Educação Digital);
  • “Learning analytics” & “Social Network Analysis”;
  • Gamificação;
  • Inteligência Artifical e Tutores Inteligentes;
  • Necessidades Educativas Especiais,

entre outras (os temas procurarão corresponder a um terreno que é muito dinâmico e evolutivo).

Actividades previstas

O Grupo de Trabalho prevê as seguintes ações no curto prazo (2018):

  • Criação de espaço e instrumentos de comunicação on-line para dinamização da comunidade;
  • Recolha de publicações nacionais abrangentes das valências referidas;
  • Constituição de Diretório nacional de investigadores com interesse neste domínio;
  • Realização de um evento mobilizador e de divulgação da atividade do grupo de trabalho;
  • Identificação de eventuais parcerias nacionais e internacionais;
  • Participação em eventos nacionais e internacionais, divulgando o grupo de promovendo a criação de rede;
  • Produção de brochura de apresentação do grupo de trabalho (e sua filiação na SEaD);
  • Elaboração de um documento de posicionamento investigativo do grupo de trabalho;
  • Colaboração com os demais grupos de trabalho e coordenação da secção.

Composição:

  • Elisabete Cruz, ISQe;
  • João Correia de Freitas (coordenador), FCT Nova;
  • Maria João Horta, DGE;
  • Nuno Pena, ISEG UL;
  • Patrícia Fidalgo, Emirates College for Advanced Education – Abu Dhabi;